Você sabia que uma infecção de garganta mal curada pode afetar o coração?

Uma infecção de garganta causada pela bactéria estreptococo, quando não é tratada a tempo e de forma adequada, pode causar uma doença chamada de Febre Reumática.

Essa infecção de garganta é muito frequente, principalmente em crianças e adolescentes, e por isso também a febre reumática é mais comum entre 5 e 15 anos. O organismo de algumas pessoas pode reagir de maneira agressiva para combater a bactéria, fazendo com que algumas partes do corpo se inflamem enquanto a bactéria é combatida. Ocorre, então, a febre reumática e ela pode atingir as articulações, o cérebro e o coração, podendo causar sequelas apenas no coração.

  • Diagnóstico

A inflamação, quando ataca o coração atinge principalmente suas válvulas, prejudicando o seu funcionamento e deixando cicatrizes, que podem durar a vida inteira. Em geral a inflamação do coração causa sintomas como cansaço, dificuldade para ganhar peso, “coração acelerado”, além do “sopro”.

Como não existe um exame de sangue específico para identificar a Febre Reumática, o médico precisa ter bastante conhecimentos dos sinais dos sintomas da doença e ainda solicitar parecer de especialistas em doenças reumáticas e do cardiologista. Alguns exames são utilizados para auxiliar no reconhecimento da inflamação, mas esses devem ser corretamente interpretados, e não são específicos da febre reumática.

  • Tratamento

O tratamento da febre reumática é feito com o uso de medicamentos anti-inflamatórios por períodos bastante longos e de repouso. Mas, mais importante do que o tratamento é a prevenção da doença. Isso porque se a infecção de garganta for tratada corretamente, a doença não existirá – isso é o que chamamos de profilaxia primária. A melhor forma de tratar essa infecção é com uma injeção de penicilina benzatina (o popular BenzetacilÒ), que com apenas uma dose é capaz de tratar da infecção de forma completa. 

Agência EverUp

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *